Fechar
Popup
SC Solar
Sustentabilidade

Energia Sustentável é aquela gerada e fornecida sem comprometer a capacidade das futuras gerações de satisfazerem as suas necessidades. As principais fontes de energia sustentável são as renováveis e limpas, com nenhum ou muito pouco índice de geração de CO2 (dióxido de carbono) e outros gases do efeito estufa.


 


   Veja o Guia de Microgeradores Fotovoltaicos desenvolvido pelo Instituto Ideal.


 


 


 


 


Vantagens da Energia Solar
A utilização da energia solar é uma peça chave na sustentabilidade, uma fonte inesgotável de energia com impacto desprezível em relação a outras fontes de energia disponíveis atualmente, considerando inclusive o impacto para a fabricação e a reciclagem futura do equipamento.
   
A energia solar total que incide em um dia em nosso planeta equivale a aproximadamente 27 anos de todas as fontes energéticas que utilizamos nos dias de hoje. Grande parte delas é de expressivo impacto em nosso meio ambiente. A energia solar incidente sobre o Brasil durante um ano equivale a mais da metade da energia gerada pela totalidade de nossas reservas de petróleo e ao dobro da nossa capacidade da energia com carvão, fontes poluentes com capacidade limitada.


 


 


 


O benefício da utilização de uma fonte de energia com mínimo impacto, como é o caso da energia solar, reflete diretamente em nosso conforto e economia, além dos reflexos positivos gerados por uma atitude muito mais sustentável para o meio ambiente.
A geração própria nos possibilita usos que sem ela seriam dispendiosos, como a climatização de nossa residência ou empresa. Também oferece maior competitividade em atividades que consomem muita energia. Tudo isso somado à redução de efeitos nocivos da geração de energia por outros meios. Contribui para a imagem do seu negócio e para valorização do imóvel.

A geração de energia solar não é um negócio de curto prazo, seu retorno financeiro ocorre em alguns anos. O equipamento de geração fotovoltaica  possui uma vida útil de 25 anos a partir da redução gradual de 20% da eficiência dos módulos neste período, portanto passado o período de amortização do investimento temos energia de graça por muitos anos, o que representa, sem sombra de dúvidas, um retorno compensador de forma positiva.

 
Os Incentivos Governamentais

SC +Energia O Programa Catarinense de Energias Limpas foi criado com o objetivo de fazer com que o momento delicado que vive o setor energético do país, resultado da escassez de chuvas e o aumento de consumo da população, não chegue à Santa Catarina. Para dar viabilidade ao programa foram reunidos diversos órgãos do Governo, uma força-tarefa para incentivar a atividade financeira do setor, aproveitar o potencial catarinense de geração de energia e manter-se na vanguarda do crescimento.


 


 


 


 


PEE Celesc/ANEEL  “O objetivo do PEE é promover o uso eficiente e racional de energia elétrica em todos os setores da economia por meio de projetos que demonstrem a importância e a viabilidade econômica de ações de combate ao desperdício e de melhoria da eficiência energética de equipamentos, processos e usos finais de energia.  ....  Busca-se, enfim, a transformação do mercado de energia elétrica, estimulando o desenvolvimento de novas tecnologias e a criação de hábitos e práticas racionais de uso da energia elétrica.” (PROPEE, 2013)


 


 


 


 


As novas regras definidas pelo BNDES de credenciamento e apuração de conteúdo local de módulos e sistemas fotovoltaicos adotam um conceito diferenciado do critério tradicional da Finame, inspirado na Metodologia de Credenciamento de Aerogeradores divulgada no final de 2012


Saiba Mais










"Consulte condições de venda SC Solar/WEG através de financiamentos Santander. Geradores Solares em 10 x sem juros".


 


Energia Solar e Arquitetura



É indicado que a instalação de energia fotovoltaica seja integrada à arquitetura, o que confere melhor aparência ao projeto e, principalmente, diminui seu custo.



- BIPV (Built Integrated PhotoVoltaic): O sistema fotovoltaico é muito versátil, já que o elemento captador pode atuar como revestimento de fachadas, elemento de fechamentos (coberturas planas ou inclinadas), elementos de sombras (pergolados, marquises, etc). Uma aplicação bastante básica e com baixo custo pode ser feita com as garagens solares.









.


- BAPV (Built Attached PhotoVoltaic): O sistema é instalado ou agregado à construção.




 


Energia Solar comparada a outras Fontes



As energias renováveis são virtualmente inesgotáveis, mas limitadas em termos da quantidade de energia que é possível extrair em cada momento.

Algumas Fontes de Energia e seus Benefícios e Riscos:



     SOLAR - A energia recebida do Sol é 10 mil vezes maior que a necessária para a população do mundo em um ano. Toda esta energia pode ser aproveitada pelos painéis fotovoltaicos e pode ser utilizada diretamente ou então pode ser abrigada em baterias para ser utilizada quando não houver sol.  A grande vantagem da energia provinda do sol, térmica ou fotovoltaica, é que é uma energia limpa, isto é, não ocasiona a poluição, além de dispensar a utilização de turbinas e geradores.

     EÓLICA - Esta energia é produzida usando a força dos ventos para movimentar aero-geradores que são conectados a turbinas para a geração da energia elétrica.  A energia eólica também é limpa e renovável o que a torna muito atraente para os dias atuais. Para a sua produção são necessários a instalação dos aero-geradores em locais com abundância de ventos, tanto em volume como em regularidade, ou seja, não basta ter ventos fontes é preciso que eles sejam constantes. A velocidade dos ventos precisa ser superior a 3,6 m/s.



     HIDRÁULICA - É aquela que gerada em uma usina hidrelétrica e tem como fonte de produção a força da água em movimento.  A grande maioria da energia gerada e consumida no Brasil é hidrelétrica, e sua maior vantagem é que é limpa, o que contribui para o equilíbrio ambiental.


     PCHs - (Pequenas Centrais Hidrelétricas)  São usinas hidrelétricas de pequeno porte, com capacidade instalada de até 30MW, com reservatório inferior a 13Km2. São instaladas principalmente em rios de pequeno e médio porte que possuam desníveis significativos durante seu percurso, gerando potência hidráulica suficiente para movimentar as turbinas.  As PCHs geram energia descentralizada e apresentam menores impactos ambientais.

     NUCLEAR - É a reação de fissão nuclear que libera uma quantidade enorme de energia em forma de calor. Este calor ferve água e seu vapor movimentam turbinas  geradoras. Esta energia é limpa e pode ser gerada em grandes quantidades. No entanto, se houver algum acidente na usina, seus impactos são devastadores para o homem e a natureza inclusive a longo prazo.

     BIOMASSA - É o uso de matéria orgânica, que contém principalmente carbono, hidrogênio, oxigênio e nitrogênio.  Este material pode ser transformado em combustíveis sólidos, líquidos ou gasosos. Exemplos de combustíveis de materiais orgânicos são etanol (cana-de-açúcar ou milho) e biodiesel (gordura animal ou óleos de soja, amendoim ou mamona).

     TERMOELÉTRICA - Esta energia é resultante da combustão de materiais de fontes não renováveis, por exemplo, carvão, petróleo e gás natural, e também outros de fontes renováveis como a lenha, o bagaço de cana, etc. A energia termelétrica pode ser utilizada tanto como energia mecânica como também por eletricidade.

Fonte: www.educacao.cc/ambiental


 


 

SC Solar Green Energy
Escritório e Showroom
Rua Carlos Schmidt, 42
Sede
Rua Salvio Avelino Ribeiro, 40
Fone: 47 99947 9957 – 47 3026.5959
email: carlos@scsolargreenenergy.com

Empresa registrada no CREA nº 137479-1